terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Sim, eu sei

..."que tudo são recordações"...não, não é isto.
Estamos no inverno, tempo de frio. E frio é coisa que  ainda não tinha dado o ar da sua graça. A questão é que foi de repente e eu já não me lembrava como era! Gelada...estou G-E-L-A-D-A

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

De coração apertado

A esta hora a minha mãe está a ser operada.
Nada de grave, mas ainda assim tenho o coração apertado e a lágrima no olho.
O tempo não passa, eu já olhei 1000 vezes para o telemóvel, já verifiquei 1000 vezes se está ligado, já vi 1000 vezes se tenho rede.
O raio do telefone não toca com as boas novas que tudo correu bem...

domingo, 13 de dezembro de 2015

Era estar sossegada!

Anda uma pessoa em regime pré-Natal (que fique esclarecido que é pré-Natal de pré 24 de Dezembro e não de pré-vem-aí-uma- criancinha) e num momento de fraqueza/gula ao ver uma bola de berlim linda, maravilhosa e cheirosa numa montra pensa:que se lixe! Peço a bola de berlim, dou uma dentada e...desilusão! Deve ter sido a pior bola de berlim que já comi.
Moral da hitória: Quando a tua consciencia te diz para não comeres uma bola de berlim...não comas uma borla de berlim!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Interesseirão

Pediu para lhe ler uma das histórias do Rato Renato. E eu li.
"Vitória, vitória, acabou-se a história; Pós de prilimpimpim a história chegou ao fim".
Pediu para lhe dizer os outros títulos do "Rato Renato". Há um que é "O Rato Renato não quer que a mamã vá trabalhar". E eu digo-lhe "Tu também não queres que eu vá trabalhar" (mesmo a ver que se ia criar ali um momento meloso-coiso), ao que ele responde "Quero sim, para ganhares money money".
Anda uma mãe a criar um filho para isto! Interesseirão!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Breathe in, Breathe out

A minha casa durante a semana fica num estado que mais parece que acabou de explodir uma bomba. A mesa da sala parece o Monte Everest: são brinquedos, livros, folhas, lápis....
Aos sábados a casa fica limpa e arrumada...por 15 minutos. Eu faço questão de os (sim, "os" não é só o mais pequeno) e dizer "vejam...olhem bem...está o quê? Arrumado!".
Ontem andava à procura de uma coisa qualquer e estava-me a irritar não encontrar. Desisti, enfurecida, de procurar. Vou vestir o pijama ao piolho e ele começa a engonhar, ao que eu digo já a ferver "Podes estar sossegado e vestir o pijama???!!!"...ele olha para mim com olhos de cachorro abandonado "Ei também não precisas de ralhar comigo" e ainda entre dentes  "estás tão rápida como um cavalo de skate". (A sério??? Que raio de comparação é esta???)
E tive que desabafar "Blá,blá blá, Vocês não arrumam nada...Eu não sou vossa criada, blábláblá".
E fez-se silêncio.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Não sei se sou eu que estou para implicar mas...

Primeiro liga-me a dizer que me enviou um email.
Recebo o email. A certa altura leio "Agradeço que me envie o seu endereço de email para eu lhe enviar, blá,blá,blá".
Ora bem, para me ter enviado email a pedir o meu endereço de email, é porque já tinha o meu endereço de email, certo? Demasiado cedo para charadas!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Ontem

Ontem devia ter sido feriado.

Ontem devia ter feito a arvore de Natal.

Ontem ouvi o primeiro "Boas Festas" do ano.

Ontem devia ter ficado em casa.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

E não digo mais nada

Hoje, no carro, acendeu-se o aviso de perigo de gelo na estrada. Isso acontece quando há temperaturas abaixo dos 3º.
É 2ª feira.
E decidi que tenho de perder pelo menos 3 Kg até ao Natal (para serem recuperados em menos de 24h).
E o apêndice decidiu deixar de fumar no sábado, e está, como hei-de dizer...birrento! (sim, eu sei, é a falta de nicotina).
Poupem-me!

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Mantra de hoje

"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
"É sexta feira, acordei bem disposta, ninguém me vai chatear"
...
...
...
Está a resultar!

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

terça-feira, 24 de novembro de 2015

A arte de escafiar unhas em 10 minutos

Acabada de vestir e calçar, com as chaves e tudo o que preciso em cima da mesa decido pintar a bela da unhaca. Pinto, fico em posição "não atirem" 5 minutos e saio de casa. Depois de: fechar a porta, ligar o alarme, entrar dentro do carro, pôr o cinto, abrir e fechar o portão com comando, conduzir 5 minutos e sentar-me na secretária....as minhas unhas estão todas escafiadas! Quem nasceu para lagartixa nunca chegará a jacaré!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Tanto alarido por tã pouco?

Ouvi pela 1ª vez a tão falada nova musica da Adele...tanto alarido por tão pouco???

E cada vez que ouvi "Hello"...eu cantarolava "Is it me you're looking for?"...é mais forte do que eu!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Bandalhos

Então passei o dia inteiro a pensar que era 5ª feira e ninguém me avisa?!

Piripaque matinal

Um dos muitos bichos que me metem muito nojo são as osgas. Acho-as tãooo nojentas, com aquela cor, e aqueles olhos, as ventosas...bilhaccc (para além de acreditar piamente naquela história de que se olharmos para elas, elas cospem direitinho aos nossos olhos, e ficamos cegos!!!).
Ontem à noite, ao chegar a casa estava uma mini osga ao pé da porta. Obviamente que gritei e disse mata, mata, e dei saltinhos de pânico. O piolho (obviamente) disse "Tão fofinha, é bébé! Não lhe faças mal", e o meu apêndice diz "Coitado do bicho, não faz mal a ninguém". Lá entrei em casa, e ainda resmunguei um profético"com um bocado de sorte ainda entra para casa". Pois bem, hoje de manhã estava a preparar o lanche para o piolho levar para a escola, olho para cima e o que é que vejo? A osga!!! Felizmente não estava sozinha, e o apêndice viu-se livre dela. (perante o meu olhar, num misto de horror, pânico e nojo).
Infelizmente as minhas profecias não chegam ao euromilhões.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Não adianta

...tentar convencer-me que ainda não está frio. O facto de só vestir uma camisola de algodão (às vezes com mangas 3/4) e um casaco de malha não faz com que o Inverno não chegue. Só faz com que, provavelmente, apanhe uma constipação!

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Estou que não me aguento

A minha colega continua de baixa, não tenho tido tempo para respirar (tudo eu, tudo eu!), ando híper cansada, no sábado foi a festinha do piolho (foi nos insufláveis, ou seja não tive trabalho nenhum, mas durante 2h30 fiquei com um camadão de nervos porque ficaram à minha guarda os coleguinhas dele...só de imaginar que um deles, ou todos, partiam a cabeça, uma perna, desaparecessem ou fossem raptados...), e ontem passamos o dia no (amado) Jardim Zoológico...
Preciso de férias, preciso de descanso!

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Meia Duzia

Há 6 anos soube o que é o verdadeiro amor. Aquele que é puro, inabalável, obsessivo e sem fim.
Faz hoje 6 anos, fui mãe!

(e hoje de manhã fui acordar o piolho a cantar os parabéns. Resposta dele: Shiuuuu...Segundo as palavras da minha mãe "É tal e qual a mãezinha")

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Querias, não querias?

Sábado, acabei de arrumar a cozinha depois de almoço e sento-me no sofá, munida do IPad para fazer as compras de brinquedos de Natal no Continente Online. Clico em brinquedo e..."Esgotado". Tudo o que era brinquedo estava esgotado. Liguei para um familiar que trabalha num Continente ao que ele me diz que, na loja onde trabalha, venderam mais até às 12h do que o fim de semana todo na campanha do ano passado. Diz que eram carros e carros cheios de brinquedos. Passou-lhe pelas mãos cinco carrinhos cheios de um só cliente.
Está tudo parvo ou quê? Estamos a falar de brinquedos!!!
Fico sempre a pensar: o objetivo de aproveitar promoções é trazer o que queremos por menos dinheiro, ou trazer pelo mesmo dinheiro mais do que queríamos inicialmente???
Voto na primeira!

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Este,este,este,este e este

Ontem recebi no correio o catálogo da Toys ´R Us. Disse ao piolho para escolher os brinquedos para pedir ao Pai Natal.

De marcador em punho, só o ouvia dizer "este, este, este, este e este, este, este, este e este, este, este..."

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Então e o halloween?

Se pensarem que eu abomino o Carnaval...conseguem adivinhar qual o meu sentimento pelo Halloween???

Recebi um recado a dizer que na 6ª feira os meninos podiam ir mascaradas para a escola. Perguntei ao piolho se queria ir mascarado. Ele disse que sim. De cowboy! Lá lhe expliquei que não há cowboys no Halloween.
Como não quero ser "bota de elástico" lá o mandei com uma camisola com um esqueleto, e para o lanche, a lancheira ia recheada de fantasmas e aranhas, transformei  a banana em fantasmas, e a sandes foi dentro de um saco com bichos.

No sábado lá andavam as criancinhas a tocar às portas com um irritante "doçura ou travessura".

Quando tocaram à minha campainha fingi que não estava em casa.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Não gosto gatos

Não gosto de gatos. Acho-os matreiros, calculistas, infieis e são pouco agradecidos. Já tive 3 gatos: A Patera (que depois de parir comeu - literalmente - os 2 filhos), o Tigre e o Jardel (don't ask) que no tempo das gatas com cio desapareceram lá de casa. O Jardel ainda voltou com a família, mas depois desapareceu e nunca mais voltou.
Fiquei com uma certa aversão a gatos. 
Para meu gaudio (not) um gato decidiu fazer do alpendre das minhas traseiras a casa dele. Cadeiras almofadadas abrigadas da chuva, o que é que se pode pedir mais? Só falta o pratinho com o wiskas saquetas. Mas sua excelência não contente esta madrugada começa aos gritos. Eu apanhei um cagaço porque parecia uma criança aos berros. Escusado será dizer que não preguei mais o olho.
Não gosto de gatos. Cada vez menos.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Aqueles dias

Há os dias menos bons. Maus até. Mas vai-se aguentando. Vão-se empurrando esses dias com a barriga. Depois há os outros. Os péssimos. Aqueles que não têm ponta por onde se pegue. À vezes por todas as razões e outras sem razão alguma.
E fico sem paciência. Quero que ninguém fale comigo para não ter de responder.
Olho para mim própria e começo a ouvir o Jorge Palma na minha cabeça " Tens um peso enorme nos ombros, os braços que pareciam voar (...) As cores do teu arco iris estão todas a desbotar, e o que te parecia uma bela sinfonia é só uma banda a passar".
E tenho sono porque dormi mal.
E o piolho e o apêndice estão quase a fazer anos e ainda não decidi o que lhes vou dar.
E desde ontem que tenho os dedos mindinho e anelar da mão esquerda dormentes. O Dr Google diz que pode ser o principio de um ataque cardíaco. Ou isso ou um nervo qualquer comprimido. Se puder escolher, escolho o 2º diagnóstico.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Ainda esta coisa de não estar a caminhar para nova

Sabes que não estás a caminhar para nova, quando, musicalmente falando:
  • Grande parte das bandas/musicas que gostas, já morreram ou acabaram;
  • Grande parte das bandas/músicos que gostas têm idade para serem teus pais e alguns casos avôs (ok, há 20 anos atrás também tinham, mas esta diferença não se notava tanto);
  • Vais parar à M80 por acaso, e já não sais de lá;
  • As musicas que mais gostas passam na VH1 Classic...

Quero acreditar que não sou eu que estou a ficar velha....antigamente é que se fazia melhor musica! (e esta afirmação é equivalente a "No meu tempo é que era bom"...o que faz de mim....antiga! Damn!!!)

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

É uma questão de mentalização

...que de facto já não tenho 20 anos!!
 
Depois do banho tomado e já com o pijama vestido, o meu piolho gosta (adora, delira) com uma brincadeira a que ele deu o nome de "Égua (ou cavalo) maluca(o)". Basicamente, a égua maluca sou eu a fazer de touro mecânico (ou cavalo maluco quando é o pai o protagonista). Ontem para além desta brincadeira ele começou a dar cambalhotas em cima da minha cama. "Eu também consigo dar cambalhotas, queres ver?" Digo eu. Fui prendada com um "uau mãe, que fixe". E nesta altura devia-me ter ficado com o elogio. Mas não. Quis mais (qual jogador de casino que ganhou uns trocos nas máquinas e em vez de ir para casa torra o dinheiro todo em nova aposta). Então tive esta infeliz ideia: Queres ver eu a fazer a ponte? "Sim, sim" saltita ele. E eu faço a ponte. Mas de repente a ponte abata-se e eu fico sem me mexer e com vómitos durante 15 minutos, tal não era dor nas costas.
 
Valeu-me um condescendente " tens que ter cuidado sua tontinha"...
 
É tudo uma questão de mentalização. Já não tenho 20 anos. E estou perra... E devia deixar-me de acrobacias só porque é fixe!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Pessoas que usam fax

Pessoas que usam o fax sistematicamente: vocês sabem que estamos em 2015 e existe uma coisa espetacular chamada e-mail, não sabem???

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Limpezas

Lembro-me que perto da casa dos meus pais havia uma feira todos os meses. E sempre achei fantástico que 1 ou 2 horas depois da feira acabar, os senhores das limpezas da Câmara, deixavam o local da feira toda limpa, sem vestígios de que de facto, horas antes, houve ali actividade feirante.
Lembrei-me disto, porque esta eficiência nas limpezas devia ser aplicada ao pós campanha eleitoral. Todos os partidos deviam de ser obrigados a retirar, no dia seguinte às eleições, todos os seus cartazes e faixas e porcarias que andaram a espalhar durante a campanha. É impressionante a quantidade de porcaria que continua pendurada. E deve ficar ad eternum...
Quase posso jurar que vi uma faixa da altura da campanha do Cavaco...para 1º ministro...do 1º mandato!

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Uma espécie de crise quase existencial

Ontem ouvi na rádio o "Creep" dos Radiohead.
Continua a ecoar na minha cabeça a parte "What the hell am I doing here, I don't belong here".

Fiz um bolo de alfarroba que...

...Valha-me Deus!!!!


É importante esclarecer que este "Valha-me Deus" não é um "Valha-me Deus, que bolo maravilhoso!!". É mais um "Valha-me Deus" deste género:

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Outubro é sinónimo de...

...inicio da época dos aniversários.


Estou 9 meses quase sem ter ninguém a quem dar os parabéns. Começa Outubro, começa o descalabro até Dezembro: São os meus pais, o meu apêndice, o meu piolho, o meu sogro, a minha melhor amiga, euzinha, o meu irmão, as minhas cunhadas, mais três ou quatro amigos.... E claro, isto tudo a juntar ao Natal!!!
O que vale é que temos o reforço do subsidio de Natal...só que não!

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Até ao fim do dia, tenho a certeza que completo o abcedario

a) O PAF ganhou as eleições;
b) É 2ª Feira;
c)Hoje deveria ser feriado;
d) Está um vendaval e uma chuva que mais parece que vem aí o fim do mundo em cuecas;
e) Estive 1h45m numa fila de transito;
f) Tive a infeliz ideia de calçar uns sapatos que não calçava há 1 ano e tenho os calcanhares numa desgraça.





sexta-feira, 2 de outubro de 2015

True Story

Ando sem paciência para ninguém. Ando embirrenta (qual criança de 5 anos)...
E ainda há pessoas que me dizem "tu não eras assim"...pois não! Eu não era assim...fiquei assim de tanto me moerem o juízo!
E logo hoje que é 6ª feira e devia estar airosa e bem disposta...se calhar também é por terem acabado com o feriado do 5 de Outubro (Dia da Implantação da Republica? Isso é importante para quem??? É o 5 de Outubro e o 1º de Dezembro! Who cares????Pfff...) e ainda por cima este ano calhava a uma 2ª feira!

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Coisas melosas de mãe

Como já disse, contra todas as minhas expectativas, o meu piolho está-se a adaptar bem à escola dos "grandes". Quer levar a mochila do homem aranha às costas (se bem que nada leva sem ser os lanches e lenços de papel). Diz que gosta de ir de carrinha para a escola. Quando chega ao infantário onde andou nos últimos anos, vai-se sentar ao pé dos meninos do ATL que já andam na primária e preparatória. Diz que são os amigos da carrinha. Chama os outros meninos de "os miúdos da sala X e da sala Y". Parece mais crescido. E sei que ele se sente mais crescido.
Os melhores amigos da escola dos grandes são dois que vieram do infantário onde ele estava. Uma menina, com quem partilha a fruta da manhã e as bolachas de chia à tarde. Mas "é só amiga mãe, não é namorada!" O outro menino ficou noutra sala. Mas almoçam e brincam os 3 juntos no recreio.
O piolho está quase a fazer anos. Quer a festa dos Dinossauros ou da Ovelha Choné. Quer convidar os dois amigos da escola dos grandes e todos do infantário . "Vai ser tão fixe brincar com todos".
E eu fico feliz com o entusiasmo dele. Porque ele anda feliz. E o que uma mãe quer mais do que ver um filho feliz? O meu pisco até está a comer melhor!
O meu bebé está a ficar um homem. Digo-lhe isso. Todos os dias. Que tenho muito orgulho dele. É o meu homem pequeno. "Mas os homens também choram, não é mãe?" E eu digo-lhe que sim. Todos os homens choram. E os que dizem que não, não sabem o que dizem! E são tótós!



segunda-feira, 28 de setembro de 2015

A sério...

Já mau, um suplicio ter de levar com os tempos de antena (que nada dizem, de nada valem)...e agora tenho de levar com o "À minha maneira" dos Xutos tocado e cantado de maneira farsola no tempo de antena do PS?

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Sim, e depois?

Sim, eu tiro as grainhas das uvas ao meu piolho. Porque ele não gosta e porque cada vez que não lhas tiro, aquilo faz-lhe confusão tal que vomita, e depois não quer comer. Prefiro tirar do que ele não comer (e a uva é das poucas frutas que ele gosta para além da adorada banana e a entediante maçã).
Já me disseram ah e tal que estás a mima-lo demais, ele que se desenrasque... Ser mãe também não é isto? Eu, aos 34 anos, praticamente só como laranjas se a minha mãe descascar porque O-D-E-I-O o cheiro das laranjas nas mãos (mas já descasquei para o piolho...se bem que não gosta). E não é por causa disso que eu cresci uma atadinha. Se há coisas bem mais importantes em que eu tive de me desenrascar sozinha (porque os pais não estão, nem podem estar, sempre a amparar)...é um mimo que a minha mãe me dá quando me descasca a laranja!
Eu tiro as grainhas das uvas ao meu piolho. Sim, e depois?

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Seres humanos

...a desiludir desde os primordios da humanidade...

Muito resumidamente

Nos últimos dias:


  • A minha colega está de baixa, pelo que tenho trabalho a dobrar, problemas a dobrar, chatices a dobrar...só falta mesmo ordenado a dobrar! Basicamente só tenho tido tempo para respirar, e só porque sou uma pessoa trata o multitasking por tu!
  • Quase tive um colapso nervoso com o inicio do ano lectivo na escola nova do piolho.
  • Chego à conclusão que as crianças são seres com uma capacidade de adaptação incrível. O piolho não só não verteu uma única lagrima, como anda feliz e contente com a escola "dos grandes". Acabaram-se as lamurias matinais (não quero ir, doi-me a barriga, doi-me a cabeça, estou doente, quero ficar com a avó). Tudo bem que ainda estamos na 1ª semana. Vamos ver se isto continua assim,
  • Estou dor de garganta. Já não caminho para nova, e estas mudanças de tempo dão cabo de mim.
  • Quero, desesperadamente, o fim de semana.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

O drama, o horror!

Hoje de manhã, quando saímos de casa, esborrachei um caracol. Para o meu piolho foi o drama, o horror "Olha o que fizeste!! Vamos leva-lo ao médico". Tentei amenizar a coisa com um brilhante "Foi sem querer! Vamos pô-lo aqui na relva, e ele vai ficar bom". Pensei que a coisa tivesse ficado por ali. Quando chegámos a casa dos meus pais, a 1ª coisa que ele disse, não foi um bom dia foi "a mãe matou um caracol".
Eu tenho culpa que por causa da chuva os caracóis andassem a passear?!?!?! Vestissem coletes refletores!

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Só não acerto na sorte grande...

A sério! Ainda há umas semanas comentava "ou muito me engano ou blá blá blá, whiskas saquetas" (e claro que as whiskas saquetas não é coisa boa).
Bem dito, bem feito.
Mas porque é que isto não se aplica ao acertar na chave do euromilhões?

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

A sério?

Hoje disseram-me: "Essa camisola é a farda das 6ª feiras? Na 6ª feira passada também trouxeste essa camisola".
A sério? A cabeça está assim tão vazia para decorarem este tipo de coisas? Eu já nem sei o que vesti ontem, quanto mais na semana passada!!!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Pois...

Convidaram-me a gravar uma entrevista (não, não foi para a televisão...ainda não é desta que sou descoberta! E infelizmente o tema não foi "Como é ganhar o Euromilhões") para ser mostrada num seminário. Hoje mandaram-me o vídeo editado. Tenho a dizer:

a) nunca me tinha apercebido que falo imeeeennnnsoooooo com as mãos (eu devia ir trabalhar para o aeroporto para ajudar a "estacionar" os aviões);
b) tenho tantos, mas tantos tiques nervosos e "muletas linguísticas".

Ah e das duas, uma: ou a minha balança está descalibrada ou fui filmada em 16:9! Para ajudar acho que o vídeo vai ser projetado numa tela gigante!
Felizmente a "camerawoman" era inexperiente e gravou-me em contra luz! Faltava a voz destorcida e podia bem passar por alguem que está num programa de protecção de testemunhas!

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Não se percebe

Bebo café sem açúcar mas não me sabe bem se não o mexer.
Não consigo beber café com leite sem 1/4 do pacote de açúcar. Se for mais já não consigo beber.
Gosto de manteiga na sandes mista, mas não gosto na sandes de queijo.
Não consigo adormecer se souber que a porta do roupeiro está aberta.
Não consigo adormeces sem ter a orelha tapada.
Tomo banho de costas para o chuveiro.
Uso o relógio na mão direita.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Eis a questão!

"Oh mãe, porque é que temos de trabalhar 5 dias e só ficamos em casa 2? 5 é muito!"

Eu também acho que 5 dias é muito. e principalmente acho que 2 dias é pouco!
Era ganhar o Euromilhões...só isso!

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Ai o ensino...

Sou um bocado cética em relação a tudo o que sejam serviços públicos. Não que ache que as pessoas sejam incompetentes ou más profissionais (que também os há: nos serviços públicos e privados). Simplesmente acho que não estão de corpo e alma: quer seja porque ganham mal, porque não são reconhecidos, porque não têm planos de carreira, ou por qualquer outra razão. (Atenção, não estou a julgar, porque se tivesse na mesma situação se calhar teria a mesma postura)
Se os tempos fossem outros, eu inscreveria o meu piolho no ensino privado. Sinceramente não acho que os professores são melhores ou piores do que os professores do ensino publico. No entanto, se tivesse o meu piolho numa instituição privada, sentia que tinha o direito de exigir qualidade de ensino. "Ah e tal no ensino publico também posso exigir". Poder até posso. A diferença é que no ensino privado as exigências não caem em saco roto, pela simples razão que eles vivem das mensalidades. E sem alunos...adeus negócio. Já no ensino publico...As reclamações vão resultar em quê? Aqui não se põe "se não está satisfeito, mude de escola"...Aqui é mais "Não está satisfeito? Aguente-se. É o que há." (Mais uma vez digo: não acho que todos os males do ensino publico sejam dos professores. Acho que eles são o elo mais fraco).
Para dar força à minha visão pessimista disto tudo, todos os professores que conheço têm ou pretendem colocar os filhos no ensino privado. Isto tem que ter algum significado...
 
Bom ano letivo!
 
*Toda esta reflexão resulta do meu primeiro contacto com a escola publica para onde o meu piolho vai. Total confusão, "atendimento" péssimo e atitude pior ainda. Senhores: não me estão a fazer favor nenhum! Lá porque é publico e "grátis", não têm de falar com as pessoas com ar que toda a gente lhes deve e ninguém lhes paga! E se há coisa que me irrita profundamente é que me digam: "O que é que quer que eu lhe faça?!". Apetece-me sempre responder: a) quero que me passe um cheque de 1.000.000€; b) quero que vá ver se chove; c) quero que seja educada e profissional

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Sim, é verdade...é um guilty pleasure #1

Gosto de estar na praia, deitada na toalha e ouvir as conversas de quem está deitado no chapéu ao lado.
Há conversas que dariam uma novela mexicana.
 
Num dos dias, em menos de 10 minutos fiquei a saber que:
a) A Carolina (ou Carol como os pais e avó a chamavam) acabou o curso de gestão (bad,bad choice...been there, done that) e ainda não tem emprego;
 
b) A Carol acha que para arranjar emprego basta estalar os dedos, senão não diria "não sei se me candidate a este ou ao outro. Se tenho de escolher vai ser uma chatice"...(oh mulher candidata-te aos dois e a mais uns vinte. Provavelmente, na melhor das hipóteses, vais receber o lindo email a dizer "blá,blá,blá whiskas saquetas no entanto vai ficar na base de dados". Ou então ignoram completamente).
 
c) A Carol namora com o Francisco que não foi de férias com ela. Mas o Francisco agora quer ir ao Algarve ao seu encontro. Carol não fica nada contente porque no dia que ele quer ir, ela já tinha uma coisa combinada com umas amigas em Vilamoura. Francisco fica furioso e deve ter-lhe dito umas boas e desligado o telefone porque Carol fica num pranto. A mãe não pára de a chatear para que ela lhe conte o que se está a passar. A avó piora a coisa. Carol liga ao Francisco e diz-lhe que ele está a magoa-la de propósito e que não quer saber dos sentimentos dela. A Avó e mãe continuam a atazanar-lhe a cabeça.Carol está quase a ter um colapso nervoso.
 
Entretanto o piolho chega da água e dá-me cabo da diversão.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Aquele momento...

Em que mais uma vez percebes que és uma parvinha que para aqui anda.
 
Aquele momento em que chegas de férias e percebes que (apesar de te teres esfalfado para que o trabalho que te foi confiado nas férias de alguém ter sido bem feito e não ter ficado nada para trás), se estiveram a marimbar para o ter trabalho e está tudo de pantanas...
 
 

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Voltei de férias

...E já estou com tantas saudades.
Acordar às 10h (milagre, milagre: o piolho dormiu quase todos os dias até às 10h), não fazer nenhum...
Agora já aqui estou. De trombas. Com vontade de colar um post-it na testa a dizer: "Não incomodar nos próximos 3 dias"

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Ponto de situação

  1. Se calhar devia ter esperado ter emagrecido mais um quilito...não foi grande ideia estar um dia inteiro sentada com as calças um bocado apertadas (pronto, eu confesso...a esta altura do campeonato já abri o botão das calças)
  2. Está um calor desértico...e tive de desligar o ar condicionado porque algumas flores de estufa se sentem incomodadas.
  3. Cheguei à conclusão que não é muito bonito dizer "Estou toda molhada". Vi olhares horrorizados! (mas é verdade tenho as costas e o rabo molhado!)

Para que fique registado

Hoje tenho vestidas umas calças que já não as vestia há 7 anos.
 
Finalmente a bicheza que vive no meu armário e que se dedica a apertar a roupa tirou férias (espero que seja por tempo indeterminado!)
 
*O facto de me sentir ainda um bocado apertada é completamente irrelevante!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Aquela coisa

...de pôr creme (daquele gordurento) nos pés e de seguida calçar sandálias....que estupidez!
A figura triste que faço a andar: parece que tenho calçadas 2 barras de margarina!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Vamos lá ver uma coisa...

Imaginem um cruzamento com sinais luminosos. Imaginem que os sinais luminosos foram desligados por causa de obras. O que acontece? O caos! Chego à conclusão que há gente que tem memória de peixe e já não se lembra das regras de trânsito que aprenderam quando tiraram a carta, ou a carta saiu-lhe na farinha Amparo (esta expressão faz de mim velha, não faz?).
Como eu estou aqui para ajudar: se não há sinais luminosos, nem sinais verticais, nem policia sinaleiro, ao que é que obedecemos? Ás regras de transito! Qual regra? Aquela que diz que quem vem da direita tem prioridade! Não custa nada! E assim evitam levar com o meu humor matinal quando não me dão prioridade!

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Em resumo

  • Colega de férias + Fim do mês = Muito Trabalho
  • Muito trabalho + Apanhar gente Parva = Muito Cansada
  • Muito Cansada + Piolho com febre = KO
Mais coisa, menos coisa...tem sido isto!

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Há gente que realmente...

Encaminhei um email para uma colega. Passado um bocado ela pergunta-me: "Mas o que é que ele quer afinal? Não estou com paciência para ler o email".
Mentalmente mandei-a para aquele sitio onde o sol não brilha...

terça-feira, 28 de julho de 2015

O Bicho Papão

Hoje há auditoria no estaminé...parece que está tudo possuído pelo demónio. Parecem baratas tontas. Segundo a teoria da maioria: não se fala, porque estamos em auditoria; não se desvia o olhar, porque estamos em auditoria; não se respira, porque estamos em auditoria.
 
Haja paciência....

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Same old story

Eu sou uma pessoa que não gosta de comprar roupa e calçado. Quando preciso de comprar, sei exatamente o que quero (nunca vou às compras para "ver se encontro alguma coisa que goste"). este fim de semana decidi-me a comprar uns ténis All-Star (ténis, não botas) azuis escuros e umas havaianas pretas. Normalíssimas. (as minhas estão moribundas: já têm 11 anos!!).
Pois bem, não encontrei o que queria. Os All-Star não havia azuis, e as havaianas , não havia o meu número.
O que eu queria comprar era as coisas mais normais que existem. Se quisesse uns allstar amarelos pintalgados de roxo, havia. Se quisesse umas havaianas com brilhantes e berloques, havia.
Claro que fiquei de trombas!
É que é sempre a mesma coisa!

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Esta já está

Já saíram as colocações nas escolas, e o meu piolho ficou colocado na nossa 1ª opção. Menos uma preocupação.
Agora começam as outras: ele vai mudar para a "escola dos grandes"!! Vai ter de se adaptar a um espaço físico novo, a pessoas novas, vai ter de fazer amigos novos...Vai ter de começar do zero. E eu lembro-me tão bem de quando fui para a escola pela 1ª vez: foi uma angustia, estava cheia de medo de estar sozinha num sitio que não conhecia, com gente que não conhecia. Lembro-me de, nos primeiros tempos, vomitar a caminho da escola com os nervos!
Por isso, já estou em sofrimento, pelo possível quase certo sofrimento dele.
O Piolho é de Novembro, por isso é condicional. Decidimos adiar a entrada dele, e inscrevê-lo na pré-primária na escola onde, supostamente, fará a primária. Porquê? Porque somos da opinião que ele não tem maturidade emocional para ir para a escola "à séria". Porque se alguma coisa corre mal, só se vai traduzir na 2ª classe (na 1ª ninguém chumba). Porque entendemos que um ano vai ser benéfico fundamental para se adaptar à nova escola, a novas rotinas, a novos amigos antes de ser "à séria". Porque ele tem uma vida pela frente para estar na escola, e achamos que este ano em que fica "retido" vai ser fundamental para cimentar as bases para o resto da vida escolar.

*Isto é tudo muito bonito, mas cá no fundinho questiono-me se as opções tomadas foram as mais correctas. Damn...

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Isto tem que ser o reflexo de algo....

Esta noite sonhei:
 
a) Tinha-me despedido do trabalho: uma despedida à "Drama Queen", foi espectacular;
b) Estive em amena cavaqueira com o John Legend e sua esposa (don't ask);
c) Estive nos Estados Unidos na comemoração do 4 de Julho, num parque onde havia um concerto de um qualquer artista Rap e que estava a atirar ao ar notas...eu consegui apanhar 426 dólares.
 
Depois acordei e apercebi-me que a vida real não é tão animada como a vida dos sonhos...

terça-feira, 21 de julho de 2015

Demasiada informação

Alguém esteve a conta-me, de forma pormenorizada, o seu exame à próstata...Eu dispensava este tipo de informação.
Acho que vou ter pesadelos.

até doi

Ontem cheguei a casa e o piolho veio a correr para os meus braços "mamãzinhaaaaa". Parecia que não nos víamos há meses. Dei-lhe um abraço daqueles demasiado apertados e digo-lhe "gosto tanto de ti que até dói". Do alto da sua inocência, ele responde-me "Desculpa".

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Coisas que me fazem comichão na raiz dos cabelos

Pessoas que quando vão tomar o pequeno almoço nos hotéis enchem o prato de comida em quantidade suficiente para matar a fome em alguns países africanos, e depois deixam metade no prato. Que tenham mais olhos que  barriga no 1º dia, ainda vá...agora TODOS os dias??!! Nos pequenos almoços de hotel também como mais do que como em casa, mas sei os limites do meu estomago!
 
Depois há aquela coisa maravilhosa de se marcar as espreguiçadeiras de madrugada (apesar da zona da piscina ter horário e estar "fechada") e só aparecerem às 11h. E depois vão almoçar e voltam às 17h. A sério....há necessidade???
 
E  gente zangada? Há sempre gente zangada. Há sempre alguém a discutir com a mulher/marido, e principalmente com os filhos. Calma gente...estão de férias. É suposto estar em modo zen.
 
E ver crianças às 14h ao sol (muitas vezes sem protetor solar) Não vou bater com a mão no peito e dizer que cumpro religiosamente o horário 9h-11h / 16h-19h. Mas jamais tenho o meu piolho às 14h a torrar. E nunca sem protetor.
 
Crianças sozinhas na água...Desde que sou mãe, que o conceito de férias foi alterado: adeus acordar tarde, adeus estar refastelada deitada a apanhar sol. Agora é mais: chegar, ir para a água, sair para lanchar, voltar para a água, continuar na água até os lábios ficarem roxos e ficar com mãos de velha. E se há coisa que eu tenho respeito é a água (seja mar ou piscina). Tenho um medo terrível que o meu piolho se afogue. Basta um descuido. Ele não sabe nadar, mas mesmo que soubesse eu não conseguia deixa-lo ir para a água sozinho, sem que eu estivesse por perto. Sei que sou um bocado galinha, mas não o consigo deixar estar na água à distância de 5 segundos para o salvar, se acontecer alguma coisa. Por isso, faz-me confusão ver crianças pequenas sozinhas na água. O saberem nadar, ou terem boia, para mim não é suficiente. Mas isso sou eu...

Selfie sticks...por favor, não! A sério...

E, por ultimo...qual é o objetivo de se ir para a praia cheia de pulseiras e fios???? 

Já fui e já vim...

Estou oficialmente com depressão pós-férias. Esta noite dormi mal, acordei 500 vezes a pensar já só faltam x horas para ir trabalhar. O piolho desde ontem que me diz que não quer ir para a escola. Hoje mal acordou disse "acho que vou chorar porque não quero ir para a escola, quero ficar em casa". Para ajudar à festa os meus pais estão de férias, o que significa que fui eu a deixa-lo na escola. O drama, o horror...
Também a mim me apeteceu chorar quando cheguei ao trabalho.
Ainda é segunda feira. De manhã.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Afinal...

Afinal o passeio das aranhas na minha secretária não era sinal de dinheiro...é sinal que as senhoras da limpeza (para além de me misturarem os papeis todos) não andam a fazer bem o serviço....

terça-feira, 7 de julho de 2015

Estou cá desconfiada...

Hoje, já vai em 4 o nº de aranhas que se passeiam na minha secretária...4!!(e todas diferentes). Desconfio que hoje vou ganhar o euromilhões!

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Golpe baixo

Ontem fomos ao parque de manhã. Já de regresso ao carro, o piolho pede colo. Eu digo-lhe que não, que está muito pesado. "Mas as minhas pernas estão cansadas" diz ele. Continuo a dizer que não. Então ele sai-se com esta: "Tenho uma coisa para te dizer: Há um lugar no mundo, onde tudo está sempre bem, É um lugar quente e fofinho, é o colo da minha mãe". E fica a olhar para mim com cara de cachorrinho abandonado!
Ninguém resiste!

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Adios Amigo

Quando vim trabalhar para onde trabalho actualmente, conheci o Pedro. Um espanhol de sessenta e muitos anos. Na altura ele elegeu-me a sua tradutora oficial. (Portunhol é comigo!) Volta e meia levava-me uns montes de folhas para eu "escrever bonito" em português. Cumprimentava-me sempre com um beijo na mão e um "Hola Amiga".
O Pedro era uma espécie de professor Pardal: bastava alguém lhe dizer "Achas que é possível..." e ele tornava possível. Uma das suas invenções até foi patenteada, de tão espectacular que era.
Volta e meia ele dizia-me: "qualquer dia reformo-me, vou criar galinhas, dão menos chatices". Sempre lhe disse que criar galinhas é uma seca. O melhor era ficar a trabalhar!
Até que há coisa de um ano, lá foi ele criar galinhas para Espanha. Há uns 6 ou 7 meses atrás veio visitar-nos. Perguntei-lhe pelas galinhas. Disse que eram mais chatas do que eu. Nessa altura achei que estava mais magro. Mais velho. Ainda lhe disse que o melhor era voltar. De Espanha nem bons ventos, nem bons casamentos.
Há uns meses soube que tinha cancro. Não queria falar com ninguém. Não queria que ninguém o visse no estado em que estava.
Hoje soube que o Pedro morreu.
Adios Amigo!

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Engolir sapos

Ontem tive uma discussão feia no trabalho. Tudo porque me imputaram culpas de algo que não era minha responsabilidade. E eu tentei mostrar que tinha razão. E mostrei. O problema é que a outra parte é meu superior hierárquico. Mais, é uma pessoa intratável, mal educada, e insuportável. Se ele decidir que o mundo é quadrado, o mundo é mesmo quadrado. Não adianta que se mostre fotografias, que se prove por A+B que o mundo é redondo, porque o mundo é quadrado e ponto final. Mais, ainda pergunta "quem é pensa que é para questionar o facto do mundo ser quadrado?". E eu enervo-me. Muito. Principalmente por não poder responder à letra. E quando me enervo o que acontece? ( para além de me apetecer um balde de 25 lts  de M&M's) Dá-me para o choro. E ali estava eu a olhar para o chão para tentar que as lágrimas não caíssem, e a pensar "Não chores. não chores, não chores". O outro lado o que é que viu? Alguém fraco a olhar para o chão, quase em pose de submissão, quase a desfazer-se em lágrimas. Na hora de almoço, mal saí fiquei num pranto. Por causa da discussão? Não. (Já são muitos anos a virar frangos) De raiva: porque não pude responder à letra, porque não consegui que admitissem que tinha razão (e tinha!) e porque passei por fraca, quando nessa altura a minha vontade era dar uma carga de porrada.
Eu lido tão mal com o ter de engolir sapos...Parece que tem picos, arranha-me a garganta!
 

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Misturar-se com os locais ou como é mais fácil apanhar um mentiroso do que um coxo

Fomos passar o fim de semana ao Porto.
Estavamos na piscina do hotel e o Piolho meteu conversa com uma miúda que por lá andava, e ouvi:

- Sim, eu vivo no Porto, diz ele.
Eu ainda perguntei:
- Tu vives no Porto?
- Sim, sim, vivo no Porto.

(Passado um bocado)

- Baca? Que disparate! Vaca começa com um "V".

Busted!!!!

Coisas boas de ir ao Porto (uma das milhentas)

 Ser chamada de menina umas 20 vezes por dia...

terça-feira, 23 de junho de 2015

Alguém???

Como já disse, o meu piolho vomitou no carro no domingo. Hoje, 3ª feira, quem entrar no meu carro desconfia que está alguém morto no porta bagagens. Aquele cheiro de vómito, misturado com detergente para a roupa, misturado com o ambientador do carro...é H-O-R-R-I-V-E-L!!! E fica entranhado no nariz...
Só consigo andar com os vidros abertos. De outra forma pode ser considerado tortura!
Já coloquei uma maça aberta, e também bicarbonato de sódio, mas o cheiro pestilento continua.
Alguém tem mezinha milagrosa??? Alguém? A gerência agradece. 

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Dia (super) não

Os dias de férias foram bons. Apanhei bom tempo, aquele calorzinho bom. Praia e piscina e caracóis e o dolce fare niente!
 
Ontem mesmo ao fim do dia, de regresso a casa, o piolho vomitou no carro. Não dormiu quase nada porque estava mal disposto. Hoje acordamos mais cedo: era o primeiro dia de praia com o colégio. Ele diz que não tem energia. Quer uma bolacha de chia e água. Começa a choramingar que está mal disposto. Digo-lhe que é melhor ficar em casa com a avó. Ele chora porque quer ir para a praia. (e o que ele ansiou a chegada deste dia!). Adormeceu no carro. Lamuriou-se junto dos avós e chegou à conclusão que "se calhar é melhor ficar a descansar". Eu tentei anima-lo: o tempo não está bom. Não há sol e está frio. Não vai ser um bom dia de praia. Parece que adormeceu e es
 
Não chegava hoje ser segunda-feira. Não bastava hoje ser o regresso de mini férias. Não bastava ter o carro empestado com cheiro a vomitado (alguém tem solução para me livrar daquele cheiro)...Não bastava...

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Õ que tenho a dizer acerca dos santos populares?

Não contem comigo...

É a chamada real latosa

Ontem eram 22h30 quando o telemóvel do trabalho toca. O primeiro pensamento foi "Quem é o anormal que me está a ligar a esta hora". Era um nº que não conhecia. Pensei em não atender, mas depois pensei que a salvação do mundo poderia estar dependente daquele telefonema. Atendi, e do outro lado, um cliente, começa-me a fazer uma conversa e a fazer perguntas como se fossem 10h30 da manhã. Eu respondo" Não lhe consigo responder, como deve calcular, a esta hora, não tenho esses dados comigo". Resposta: "pois, eu já liguei para o meu colega, mas a esta hora ele não atendeu". Ou seja, ele tem consciência que é tarde para um telefonema de trabalho. O colega dele não atende, e lembra-se de ligar...para mim!

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Hoje é dia de....

- Mãe, sabes que dia é hoje?
- Não, é dia de quê?
- É dia das mães irem trabalhar e os filhos ficarem com a avó.

...

O tempo nunca mais foi o que era desde que os americanos foram à lua!

Ontem aconteceu uma das coisas mais estranhas que já vi a nível meteorológico:

- Às 11h30 da manhã, o termómetro marcava 36º
- Às 14h, o termómetro marcava 42º
- Às 16h, o termómetro marcava 29º
- Às 18h, o termómetro marcava 26º

(no meio disto tudo houve um tornado)

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Na minha cabeça ecoa...

É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira.É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira.É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira.É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira. É sexta-feira.É sexta-feira. É sexta-feira.  

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Das duas, uma!

Ontem quase desmanchei uma cuecas do piolho para descoser a etiqueta...Das duas, uma: ou era a etiqueta mais bem cosida da história, ou eu sou muito azelha!

terça-feira, 2 de junho de 2015

Ahhhh....é por isso!

Ao contrário de 95% das mulheres, eu odeio com todas as minhas forças comprar sapatos. Para mim é um suplicio! Então, quando preciso, compro logo 3 ou 4 pares para não ter de repetir a experiencia muitas vezes. Isto faz com que quando se começam a estragar, estragam-se todos na mesma altura...
É neste ponto que estou: Os meus sapatos/ténis estão-se todos a despedir de mim (o meu coração está espedaçado com a despedida dos meus Adidas preferidos, já com 10 anos e que foram descontinuados).
Como já tenho poucos em condições, hoje trouxe uns já velhinhos mas que estão quase como novos. Quando os calcei pensei para com os meus botões que não tenho: "Mas porque raio é que eu não calço mais vezes estes sapatos?!". Com o passar do dia lembrei-me: "ahhhh, são sapatos afrodisíacos*"








*Sapatos Afrodisíacos: aqueles sapatos de fo...lixam os pés!!!!

Vamos lá ver...

Eu acho que cada um deve fazer tudo para se sentir bem consigo próprio. Nada contra.

Mas quanto a isto, a este tipo de busca (desesperada) de protagonismo...tenho as minhas duvidas!

Foto daqui

(Só sou eu que acho que ficou extremamente parecido com a Cindy Crawford?????)
 
 
 


segunda-feira, 1 de junho de 2015

Eu tenho sempre razão e raramente me engano

Lembram-se da história das 50 Sombras de Grey? (Se não se lembram ide relembrar) Pois que perdi (literalmente) 1 hora do fim de semana a ler parte do livro, e tenho a dizer que na minha opinião:
 
a) Aquilo não tem ponta por onde pegue;
b) Ao pé da E.L. James, a Margarida Rebelo Pinto parece o Pessoa;
c) Há graves problemas de argumento.
 
Portanto, conforme previa: Nãaa….não é a minha praia!!

O prometido é devido

E fui à praia. Eu e um tornado...

sábado, 30 de maio de 2015

Assim de mansinho

 E para não agoirar: há 3 noites que durmo as noites seguidas. 3 noites!3 dnoites sem que a meio da noite oiça um "oh mãaaeeeeee". São quase 24h de sono! E mais: o piolho hoje acordou ás 7h30, eu fui- me deitar com ele e .... Tcharan adormeceu e só acordou ás 9h! Por mim tudo bem!

sexta-feira, 29 de maio de 2015

É só para avisar

Este fim de semana vou à praia. Nem que chova cães e gatos, e que faça um frio de rachar!! Já começa a chatear, então durante a semana um calorão daqueles (não me estou a queixar) e depois no fim de semana baixam as temperaturas??!! Isto é gozar com uma pessoa!

quinta-feira, 28 de maio de 2015

China: esse país de onde vêm todos os animais

"- Oh mãe, os animais veem todos da China.
- Todos não, mas muitos são de lá, como o Panda ou os Yaks. (Os livros preferidos do piolho são de animais...parecendo que não, uma pessoa vai aprendendo.)
- Não mãe, são todos: o cavalo, a iguana, a ovelha, o camelo, o leão...
-Acho que não, acho que são só alguns...
- Olha vê, está escrito China em todos"
 
Na cabeça do meu piolho, o "made in" nos animais de plástico quer dizer o local onde são originários os animais verdadeiros. Sob este ponto de vista, realmente são todos originários da China. Menos a vaca frisia lá de casa que vem do Japão.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

O oftalmologista diz que vê bem

Na semana passada fui com o piolho ao oftalmologista. Parece que vê bem. Não há problema nenhum. Mas eu tenho as minhas duvidas...hoje de manhã disse-me: "pareces a Elsa"


Ora bem, se atendermos ao facto que eu não sou loira, não tenho o cabelo assim comprido, não tenho olhos azuis e não tenho a capacidade de fazer gelo...

(Vá, em abono do piolho, e para que não pensem que a criança está com graves problemas de visão e que eu o levo a oftalmologistas charlatões...eu tinha o cabelo todo para o mesmo lado. Deve ter sido isso...ou então o oftalmologista é um charlatão!)

É impressão minha

...ou os hotéis/apartamentos para férias este ano estão muito mais caros que nos outros anos?
Eu bem que procuro uma coisa baratinha, mas está difícil!

terça-feira, 26 de maio de 2015

Porque há dias

...que não tens paciência para aturar gente que te irrita:
Entra aqui um marmelo (que se acha a ultima bolacha do pacote, e sabe sempre tudo, e acha tem sempre razão) a dizer "É desumano andar num carro sem ar condicionado".
Minha resposta: "desumano é uma pessoa não ter o que dar de comer a um filho".
Ficou de trombas, ah porque não havia necessidade, porque foi um desabafo e eu entro a matar....
Ai, ai, paciência....

A sorte é que as vacas não voam

Todos os dias - TODOS - há um cabrão de um pássaro que faz do meu carro WC.
Eu estaciono todos os dias no mesmo sitio, à sombrinha, debaixo da arvore, e todos os dias tenho uma cagadela no tejadilho do carro.
Acho que já começa a ser pessoal....

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Então é isto

Uma pessoa começa a pisar a linha, come um gelado hoje, umas batatas fritas amanhã...e pimba, toma á com mais 3 Kg enquanto o diabo come uma bola de Berlim!
Assim sendo vou voltar a passar fome ser rigorosa na alimentação. Sem desvios, nem desculpas. É que ontem fui à praia....e o cenário não foi bonito!
Dias de mau humor são esperados.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

"The carousel never stops turning"

Ontem foi noite de festival de choro, baba e ranho a ver o episodio 22 da temporada 11 da Anatomia de Grey ....Maldita sejas, Shonda Rhimes!!!
 
(Eu achei estranho o episodio em que o Derek bate a caçoleta...muito soft para o que é habitual. Só me caiu uma lagrimita ou duas...agora este, valha-me N.Sra. da Agrela...uma hora e tal a chorar baba e ranho...e quando acabou já estava a soluçar. Sim, sou uma Maria Chorona!)

Resultado de imagem para the carousel never stops turning

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Acabou-se

Acabou-se a Maria simpática, disponível e pronta a ajudar. Acabou-se! Acabou-se porque estou farta de ser a "parvinha", que dá a mão e lhe seguram o braço. Há pessoas que não sabem trabalhar com outras pessoas. Olham para o umbigo e o resto que se lixe. E depois quando alguém, na boa fé, dá uma ajudinha...a excepção passa a regra, e passam a responsabilidade sem que tenha sido pedida. E ainda exigem!!!Por isso, acabou-se a Maria simpática. Se estão ocupados, eu também estou. Se não têm tempo, eu também não. Se estão "aflitos"...azar.
Para c@brão, c@brão e meio...já dizia a minha avozinha.

Pela boca morre o peixe

Antes de ser mãe dizia que haviam coisas que nunca diria/faria quando fosse mãe.
Neste fim de semana, numa tentativa de convencer o piolho a comer (e já em modo desesperado) disse "olha, se não comeres temos de ir ao hospital". Foi então que percebi que eu estava com a típica conversa de mãe. Muito do que eu disse que não diria/faria, digo/faço:
  • Já limpei a bochecha dele com cuspo (clássico).
  • Para o convencer a comer já disse: a) olha que se não comeres vais para o hospital; b) come se faz favor, olha que há meninos que não têm nada para comer; c) se não comeres tudo não comes gomas durante uma semana (as gomas são a única coisa doce que ele gosta...não tenho muito por onde o chantagear); d)não comes e ficamos em casa o fim de semana todo.
  • Já disse "Não vás para aí que há bichos" (esta também não é boa, visto que ele adora bichos...).
  • Já disse o irritante "É não porque eu digo/porque eu é que mando".
  • Dou-lhe uns 20 beijos seguidos. Coisa que me chateava muito (pelos vistos também o chateia, a avaliar pelo limpar da cara com a mãe e pelo "eiii tanto beijo").
Pela boca morre o peixe...

terça-feira, 19 de maio de 2015

É simples

Como o piolho tem estado doente, não tem ido ao colégio. Tem ficado na casa dos avós. Hoje já está quase pronto para outra, mas pelo sim pelo não, ainda fica em casa. Quando o fui acordar a primeira coisa que me diz:
- Hoje vou para a escola?
- Não, ficas com a avó.
- Ainda estou doente?
- Já estás quase bom, mas hoje ficas com a avó.
- Acho que vou ficar doente para sempre.
- Então porquê?
- Para ficar sempre com a avó, claro!

Eu até o percebo...os avós fazem as vontadinhas ao menino, o almoço é "à la carte", brinca na terra, com as galinhas, salta em montes com folhas secas...entre isto e a escola, a escolha parece óbvia!

Diz que é dia do Médico de Familia

Médico de família....não tenho, nunca tive e provavelmente nunca terei. Nunca fui agraciada por tamanho luxo. E para os que agora pensam "ah mas existem aqueles médicos que só dão consulta a quem não tem médico de família". Sim...tentem lá marcar uma consulta num prazo de 6 meses! Sempre tenho a alternativa de ir às 5h para o centro de saúde! Claro que o meu piolho, segue-me as pegadas e também não tem...Solução? Pagar um seguro de saúde. Custa mas quando é preciso compensa!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

O fim de semana

Ah o fim de semana...entre vomitados, febres, ranhos, ataques de mãezite aguda e noites sem dormir...nem sei bem por onde começar.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Inspira....Expira....

Não bastava a odisseia de vómito noturno, para agora estar a ficar cada vez mais rouca. E surda! Quase não percebo ninguém e ninguém me percebe.
Inspira....Expira....é sexta-feira à tarde....

É nestas alturas...

...que me apercebo que lençóis e fronhas e pijamas nunca são de mais. Passei a noite a limpar vomitado e a mudar a cama do piolho.
Neste momento tenho o cheiro de vomitado impregnado no nariz. Que agradável.
 
Nota: Os homens (ou pelo menos o meu) são umas florzinhas em momentos de pânico doméstico. Não sei quem estava mais enojado: o piolho (que estava a vomitar e cheio de vomitado) ou o paizinho que estava a pegar nele. Oh valha-me Deus....

quinta-feira, 14 de maio de 2015

O video dos miudos da Figueira da Foz?

Não vi. Nem quero ver. Tenho um filho pequeno. Basta isso.

Alguém viu?

Alguém viu o camião com reboque que me atropelou durante a noite?
Não sei se é constipação, alergias ou o caraças. Só sei que desde ontem que não paro de espirrar.
Estou que não me aguento!

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Então e se...

....de repente, existisse a hipótese de emigrar? Só isto é coisa para começarem os alarmes de pânico.
Mais, e se esse país ficar do outro lado do atlântico, e que eu nunca tive curiosidade de visitar e sempre disse que nunca iria pôr lá os pés.
E de repente há tantos "ses", tantas questões, tantas preocupações... Neste momento tenho um nó no cérebro!

terça-feira, 12 de maio de 2015

Vocação

Num mundo perfeito as pessoas deviam trabalhar na área para a qual são vocacionadas. E se isto devia ser assim no geral das profissões, seria ainda mais importante que fosse assim na área da saúde.
Eu já tive alguns episódios, como por exemplo me terem dito, assim, de "chofre" que tinha tuberculose (e depois afinal era só uma radiografia mal tirada), ou que o meu filho era autista (e depois afinal era "só" uma perturbação especifica da linguagem). Obviamente que as noticias más, quando existem, têm de ser dadas. Obviamente que existem erros de diagnóstico. Mas o que não tolero é a falta de sensibilidade. Mesmo tendo em conta que os profissionais de saúde são humanos e têm dias bons e dias maus. Mas nos dias maus, o paciente não pode pagar por isso.
Há uns tempos a minha mãe descobriu que poderá ter diabetes. Ok, não é nada de outro mundo. Há milhões de pessoas que vivem anos e anos com diabetes. Mas a primeira coisa que lhe disseram foi "também não precisa de fazer um drama, se fosse um tumor era pior". E pimenta no cú dos outros para mim é refresco! Quase parece aquela anedota do "olha, os teus pais morreram...era a brincar, afinal só morreu a tua mãe".
Acho uma falta de sensibilidade...e esta sensibilidade não se aprende. Não se ganha com estudos e notas altas. Nasce-se com ela. E a muitos profissionais de saúde o que lhes sobra em notas altas e "inteligência" falta-lhe em vocação.

Monumental

No fim de semana dei por mim a jogar à bola com o piolho e uma outra miúda, num sitio cujo chão era polido e cheio de um pó fino, que mais parecia um ring de gelo. Eu estava calçada com uns All-Star e fui a correr para apanhar a bola. De repente os meus 2 pés voam e eu dou um bate cú monumental. Os miúdos ficam a olhar para mimem choque, e só depois de eu dizer "Epá, grade queda" é que eles se começam a rir. Levantei-me como se tivesse uma mola e digo aos que viram e que se estavam a conter-se para não rir "Isto não foi nada", enquanto evitava coxear. Minutos depois a minha mão incha, eu digo logo que deve estar partida. Ninguém me liga. No dia seguinte a mão já não está inchada e já não me dói. Em contrapartida fiquei com TODOS os músculos doridos. Mesmo aqueles que eu não sabia que os tinha! E o nalguedo?? Valha-me Deus!

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Tudo a ajudar

2ª feira.
Formação sobre assuntos que não interessam ao menino Jesus.
Calor.
Fome.
Sono.
Senhora formadora que no lugar de dizer "empresa" diz "emprensa".
Senhora formadora repetiu umas 100 vezes a pseudo-palavra "emprensa", o que me irritou profundamente a ponto de me apetecer gritar "E M P R E S A".

Foi um dia espetacular.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Sabem aquelas arvores

...que nesta altura do ano libertam uma coisa que parece algodão? Parece que houve um iluminado qualquer que achou que era boa ideia plantar centenas destas arvores aqui na zona. E hoje, com o vento, parece que é natal,tal é a quantidade de "neve"! E graças a esta "neve" tenho os olhos todos vermelhos, estou farta de espirrar e tenho uma impressão na garganta desde manhã...
Obrigadinha!

Gostos Musicais

O meu piolho sempre gostou de musica. Felizmente que já não liga muito às musicas do Panda, Caricas e afins (com excepção do cd da "Roda Mágica" que já ouvi em loop umas 1500 vezes). Gosta de musica de gente crescida. As nossas viagens de carro parecem um programa interminável dos discos pedidos. E os pedidos são os mais variados:
  • DAMA - Às vezes (don't ask)
  • PSY - Gangnam Style (me-do)
  • Bruno Mars Ft Mark Ronson - Uptown Funk
  • Pharell Williams - Happy
  • Katy Perry - Roar
  • Luisa Sobral - João
  • Boss AC - Sexta feira
  • Sensi - Não dá para fugir
  • Taylor Swift - Shake it off
  • Tiago Bettencourt - Morena
  • Queen - Don't stop me now (ou a musica do "há mais em nós")
  • Tito Paris - Dança mami crioula (!!)
  • Seu Jorge - A amiga da minha mulher
  • Trabalhadores do Comercio - Chamem a policia
  • Rui Veloso - Chico Fininho
  • UHF - Cavalos de Corrida
  • Miguel Araújo - D. Laura
Conclusão: os gostos musicais dele são uma confusão pegada.
Desde que ele não embique para os Bibers, Rihannas e Anselmos Ralphs desta vida....por mim tudo bem!

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Contem-me tudo, não me escondam nada

Também acham que os bikini "cai-cai" só ficam bem a quem não tenha mamocas acima do tamanho 36?
Eu achava que não. Depois comprei um. Depois vesti. E depois mudei a minha opinião :\

terça-feira, 5 de maio de 2015

Esta história

...de inscrevê-lo na primária está a tirar-me o sono e anos de vida. Não pela inscrição em si, até porque já testei o portal das matriculas e até ao ponto onde fui funcionou bem. O que me está a causar ulceras gástricas são as decisões que tenho de tomar (pré-escolar publica ou primária, área de residência ou outra onde ele está agora). Tenho opiniões de todos os quadrantes (médico, psicóloga, terapeuta da fala, educadora, amigos, família...) e todas elas são diferentes. Já fiz uma lista dos prós e contras de cada hipótese, mas ainda não cheguei a uma decisão final. E quando penso que já decidi, aparece qualquer coisa que me faz repensar tudo de novo.
Já me disseram que estou a sofrer por antecipação. Eu sei que estou. Eu sou assim. Imagino sempre a coisa no pior cenário (o pessimista nunca se desilude, certo?). A questão é que tenho a sensação de que qualquer que seja as opções escolhidas, nenhuma delas será a mais certa.
(Resumo do filme: lá chego a uma decisão final, e não há vagas na escola que escolhi e vai parar a uma escola, onde o judas perdeu as botas, que não está nos planos....damn)