segunda-feira, 20 de julho de 2015

Coisas que me fazem comichão na raiz dos cabelos

Pessoas que quando vão tomar o pequeno almoço nos hotéis enchem o prato de comida em quantidade suficiente para matar a fome em alguns países africanos, e depois deixam metade no prato. Que tenham mais olhos que  barriga no 1º dia, ainda vá...agora TODOS os dias??!! Nos pequenos almoços de hotel também como mais do que como em casa, mas sei os limites do meu estomago!
 
Depois há aquela coisa maravilhosa de se marcar as espreguiçadeiras de madrugada (apesar da zona da piscina ter horário e estar "fechada") e só aparecerem às 11h. E depois vão almoçar e voltam às 17h. A sério....há necessidade???
 
E  gente zangada? Há sempre gente zangada. Há sempre alguém a discutir com a mulher/marido, e principalmente com os filhos. Calma gente...estão de férias. É suposto estar em modo zen.
 
E ver crianças às 14h ao sol (muitas vezes sem protetor solar) Não vou bater com a mão no peito e dizer que cumpro religiosamente o horário 9h-11h / 16h-19h. Mas jamais tenho o meu piolho às 14h a torrar. E nunca sem protetor.
 
Crianças sozinhas na água...Desde que sou mãe, que o conceito de férias foi alterado: adeus acordar tarde, adeus estar refastelada deitada a apanhar sol. Agora é mais: chegar, ir para a água, sair para lanchar, voltar para a água, continuar na água até os lábios ficarem roxos e ficar com mãos de velha. E se há coisa que eu tenho respeito é a água (seja mar ou piscina). Tenho um medo terrível que o meu piolho se afogue. Basta um descuido. Ele não sabe nadar, mas mesmo que soubesse eu não conseguia deixa-lo ir para a água sozinho, sem que eu estivesse por perto. Sei que sou um bocado galinha, mas não o consigo deixar estar na água à distância de 5 segundos para o salvar, se acontecer alguma coisa. Por isso, faz-me confusão ver crianças pequenas sozinhas na água. O saberem nadar, ou terem boia, para mim não é suficiente. Mas isso sou eu...

Selfie sticks...por favor, não! A sério...

E, por ultimo...qual é o objetivo de se ir para a praia cheia de pulseiras e fios???? 

4 comentários:

  1. Não tenho filhos mas compreendo o que dizes, fico muito preocupada com os filhos dos outros, que me são desconhecidos quando os vejo sozinhos em situações que podem ser arriscadas, não compreendo como existem pais que largam as crianças na piscinas e desaparecem.
    De facto as pessoas abusam ao pequeno-almoço nos hotéis, toda a gente abusa é verdade mas deixar meio prato cheio de comida é demais, é uma falta de respeito.
    bjs e continuação de boas férias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda ouvi o marido a perguntar para a mulher: vais comer isso tudo? Ao que ela responder "então, está incluído no que pagamos". Ou seja, mesmo que seja para estragar, não interessa: é de borla....

      Eliminar
  2. Absolutamente verdade. Com a questão das pulseiras alheias até posso bem,mas de resto nem por isso. Vamos lá a ver, é que não estamos em casa... mas é assim que se vê a educação de cada um. Ou melhor, a falta dela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ás vezes é mesmo isso: falta de educação!

      Eliminar